PMOC para hospitais: como manter o controle da refrigeração do ambiente

Publicado em: 05/08/2020

 

Exigência do Ministério da Saúde para manutenção da qualidade do ambiente profissional, o PMOC para hospitais é indispensável

Aqui mesmo no blog da AirLink Filtros você já conferiu um conteúdo relacionado ao tema de hoje, sobre os prejuízos que sua empresa pode ter com o ar condicionado por não seguir o PMOC. Agora, vamos tratar de PMOC para hospitais, ou seja, sobre o Plano de Manutenção, Operação e Controle dentro de um ambiente hospitalar. Ficou interessado(a)? Continue a leitura do post!

PMOC para refrigeração adequada em hospitais: pontos importantes

  • Objetivo do PMOC para hospitais: manutenção da limpeza e remoção de sujidades por métodos físicos, assim como a manutenção da conservação e nível de eficácia dos componentes presentes dentro dos sistemas de climatização.
  • Qualidade do ar: dentro de hospital, a qualidade do ar é fundamental, seja em razão do conforto e também por se tratar de um ambiente que visa a promoção da saúde. Logo, um PMOC visa a manutenção da qualidade do ar e a prevenção de riscos à saúde de colaboradores, pacientes e acompanhantes.
  • Check-list: por se tratar de um plano de manutenção, é essencial que alguns aspectos sejam observados com atenção e devida periodicidade, como a troca ou higienização dos filtros de ar utilizados no sistema de climatização; descarte adequado de filtros; análise constante e precisa da qualidade do ar; vistoria da central de ar-condicionado (central de água gelada).
  • NBR 7256: norma que trata sobre os parâmetros de controle necessários para assepsia e conforto de salas de cirurgia, UTIs, berçários, salas de nutrição parenteral e outros ambientes hospitalares.
  • Classificação dos riscos à saúde por exposição ao ar ambiental: dentro de PMOC para hospitais, os riscos à saúde devem ser observados quanto às classificações determinadas pelo Ministério da Saúde:
    • Nível 1: risco considerado muito baixo.
    • Nível 2: quando há fortes evidências de risco nos ambientes hospitalares.
    • Nível 3: quando há fortes evidências de grave risco, como para isolamentos protetivos e de bloqueio, grandes queimados, cirurgias de alto risco, entre outros.
  • Normatização de parâmetros: os responsáveis devem considerar como parâmetros normatizados a qualidade do ar em relação a contaminações microbiológicas, odores e poluentes químicos, assim como condições termo-higrométricas.

Quais dados não podem ficar de fora do PMOC?

  • Identificação do estabelecimento.
  • Número de ocupantes em cada um dos ambientes climatizados.
  • Carga térmica total dos equipamentos utilizados para controle da refrigeração do ambiente.
  • Identificação do responsável técnico pelo PMOC.
  • Relação dos ambientes climatizados dentro de um hospital.
  • Descrição das atividades e periodicidade de cada uma.

Fale com a AirLink Filtros!

Nossa equipe é formada por profissionais que lidam diariamente com a comercialização de filtros de ar industriais, mantas filtrantes e outras soluções que podem contribuir diretamente para qualidade e controle da refrigeração em hospitais. Aproveite: fale com um dos nossos especialistas!



Produtos deste artigo

confira os depoimentos de quem confia na airlink filtros

" A MASSTIN ENGENHARIA E INSTALAÇÕES, agradece a AIRLINK FILTROS pela qualidade dos produtos e serviços prestados".

ADRIANA ASSUNÇÃO

"Nós da TAM AVIAÇÃO EXECUTIVA estamos satisfeitos com os serviços prestados pela empresa AIRLINK FILTROS, sinônimo de qualidade e compromisso com o cliente".

Cristiano de Oliveira Rischiotto