A importância do monitoramento ambiental na indústria farmacêutica nas classificadas áreas limpas

Publicado em: 25/07/2018

iStock / Getty Images Plus / scanrail Para evitar problemas e contaminações, é fundamental que seja feito um controle ambiental dos microrganismos presentes na indústria farmacêutica.

Para uma produção efetiva e segura na indústria farmacêutica, é necessário que o ambiente de trabalho receba os devidos cuidados no que diz respeito à possibilidade de contaminações por microrganismos — que podem tanto comprometer o medicamento que está sendo produzido como afetar a saúde dos colaboradores que estão envolvidos no projeto.

Para evitar problemas e prejuízos, portanto, é fundamental que seja feito um controle adequado dos microrganismos presentes no local. O controle ambiental de uma indústria farmacêutica deve seguir parâmetros específicos e rígidos, que são previstos por uma legislação que classifica as diferentes áreas da indústria farmacêutica em diferentes graus — sendo que cada grau possui uma necessidade de monitoramento.

Salas limpas na indústria farmacêutica

Derivado do termo em inglês “clean rooms”, as chamadas salas limpas são ambientes controlados para que a produção ou os testes de produtos não sofram com interferência de microrganismos presentes no ar. Este tipo de ambiente é especialmente importante em locais como laboratórios químicos, centros cirúrgicos e indústria farmacêutica.

A sala limpa deve ser uma área ou ambiente isolado das demais instalações, além de estar dentro de padrões específicos que controlam o número de partículas existentes no local. Em geral, esta sala possui controle ambiental em termos de fluxo de ar, pressão, temperatura, umidade, ruído, vibração, iluminação e contaminação microbiana. Além disso, é essencial que a equipe envolvida no trabalho adote hábitos que contribuam para a higiene.

Todos estes cuidados são importantes para manter a qualidade do produto manuseado. No caso da indústria farmacêutica, os medicamentos produzidos necessitam de ambientes específicos para garantir a sua eficiência.

Qual a importância do monitoramento ambiental?

O monitoramento ambiental em áreas classificadas é essencial para o controle de partículas, de modo a garantir que elas não interfiram na produção. Para cada área de atuação, existe um grau diferente de atenção para o monitoramento.

As áreas de grau A são monitoradas para que não exista a circulação de partículas viáveis, que são capazes de se desenvolver no ambiente, como as bactérias e fungos. Neste caso, o monitoramento garante um fluxo de ar unidirecional, que não permite a suspensão de partículas viáveis no ar.

A classificação B de área limpa na indústria farmacêutica é direcionada aos ambientes que ficam ao lado das salas de grau A. Este espaço necessita de um alto controle para garantir a esterilidade, para que não haja contaminação pelo fluxo entre as salas de grau A e B.

Por último, os ambientes classificados com os graus C e D são aqueles que possuem uma maior resistência aos microrganismos. Geralmente, estas salas são direcionadas a produção de medicamentos não estéreis ou fazem parte da etapa anterior a elaboração de produtos estéreis.

O papel dos filtros de ar

Para que haja o devido controle e filtração das partículas presentes no ar, é fundamental que as salas limpas contem com filtros de ar. Os produtos da AirLink Filtros possuem eficiência comprovada, sendo capazes de promover ar de qualidade nos mais diversos ambientes. Os Filtros Absolutos, por exemplo, eliminam até 99,9% das impurezas presentes no ar.

Entre em contato e solicite um orçamento!



confira os depoimentos de quem confia na airlink filtros

" A MASSTIN ENGENHARIA E INSTALAÇÕES, agradece a AIRLINK FILTROS pela qualidade dos produtos e serviços prestados".

ADRIANA ASSUNÇÃO

"Nós da TAM AVIAÇÃO EXECUTIVA estamos satisfeitos com os serviços prestados pela empresa AIRLINK FILTROS, sinônimo de qualidade e compromisso com o cliente".

Cristiano de Oliveira Rischiotto